Video Screencast Help
Inside Symantec Community Blog

Cinco Oportunidades para o Canal em 2013

Created: 24 Jan 2013 • Updated: 24 Jan 2013 • Translations available: Español
Symantec Latin America's picture
0 0 Votes
Login to vote

Com o ano novo já em curso, aproveitamos para reunir as opiniões de nossa equipe de especialistas sobre a evolução do cenário tecnológico nos últimos 12 meses - especialmente nas áreas de segurança, armazenamento, nuvem e virtualização - com o objetivo de determinar como esse desenvolvimento terá impacto sobre nossa comunidade de parceiros de negócio e aliados estratégicos em nível mundial e na América Latina.

Como resultado deste exercício, identificamos cinco tendências relevantes para o setor de TI em 2013, as quais trazem consigo oportunidades e desafios de negócios para nossos parceiros. A seguir, detalhamos cada uma delas:

1. Ciberconflitos se tornam o novo padrão

Em 2013 e nos próximos anos, os conflitos entre nações, organizações e indivíduos terão um importante papel no mundo cibernético. Espionagens podem ser bem sucedidas, mas também facilmente negadas quando realizadas on-line. Nações ou grupos organizados de indivíduos continuarão usando táticas cibernéticas na tentativa de danificar ou destruir informações privilegiadas ou fundos e outros ativos de seus alvos; bem como atacar redes, sistemas e infraestruturas em geral.

Além disso, podemos esperar novos ataques a indivíduos e organizações não governamentais, como apoiadores de temas políticos e membros de grupos minoritários em conflito. Esses tipos de ataques são vistos atualmente quando grupos de hacktivismo são provocados por um indivíduo ou empresa.

Canais parceiros e prestadores de serviços com clientes de todos os tamanhos – desde serviços públicos, grandes companhias, até pequenas e médias empresas etc. – devem ajudar seus clientes a desenvolver uma estratégia abrangente de segurança. Isso inclui auxiliá-los a implementar a tecnologia de segurança mais recente e orientá-los sobre o cenário de ameaças (inclusive guerras e conflitos cibernéticos).

2. Mais usuários vão adotar tecnologias de mobilidade e nuvem... e os criminosos os seguirão

Os cibercriminosos irão onde os usuários forem. Então não é surpresa afirmar que as plataformas móveis e serviços na nuvem serão alvos de alto risco para ataques e brechas em 2013.

À medida que dispositivos móveis e BYOD não gerenciados em empresas de todos os tamanhos continuarem a entrar e sair das redes corporativas, a coletar dados e a armazenar essas informações em outras nuvens, crescerão as oportunidades e os riscos de violações e os alvos de ataques a dados nos dispositivos portáteis. Além disso, enquanto os usuários instalam aplicativos em seus telefones, podem também ser infectados por malware.

Em 2013, as tecnologias móveis continuarão avançando – e criando novas oportunidades para os criminosos. Um exemplo: um malware utilizado por criminosos para roubar informações de pagamentos de clientes desprotegidos em uma loja de varejo. Alguns sistemas de pagamento são amplamente utilizados por leigos em tecnologia (tanto usuários quanto empresas) e podem apresentar vulnerabilidades que acabam expondo informações sigilosas.

Essa tendência ressalta o quanto é importante que os canais garantam que soluções confiáveis para mobilidade e nuvem sejam parte do arsenal de tecnologia de segurança oferecido aos clientes. Além disso, o programa de Especializações da Symantec oferece aos parceiros treinamento e os recursos necessários para demonstrar expertise em segurança da informação e soluções móveis (locais ou na nuvem). Isso pode ser muito útil no trabalho com os clientes atuais e para aumentar a base de clientes, enfatizando a importância de uma segurança forte em ambientes móveis e de nuvem. A mensagem para parceiros é a seguinte: porque seus clientes não tiveram que se defender contra um ataque ou brecha, não significa isso não vá acontecer. Ao contrário, vai. E como seus clientes continuam a implantar tecnologias móveis e de nuvem, as possibilidades de um ataque só crescem. Portanto, é importante que os parceiros alertem seus clientes sobre a necessidade de adotar uma estratégia de defesa consistente a fim de manter uma postura sólida de segurança.

3. O software é a questão

Por causa de virtualização, data centers definidos por software substituirão a computação na nuvem como última novidade do setor. A maioria dos grandes data centers corporativos vão evoluir para data centers definidos por software onde os serviços de TI serão separados e não-dependentes do hardware. Hardware básico, appliances e nuvem se tornarão cada vez mais dependentes de um software inteligente que definirá e conduzirá o futuro da computação em data centers.

A comunidade de parceiros pode explorar essa tendência, garantindo a oferta das melhores soluções de software da categoria para ajudar os clientes que estão adotando a virtualização. Muitos desses clientes podem ter adquirido hardware básico – uma commodity para o data center – e nós da Symantec não nos preocupamos com isso. Pelo contrário, a importância está no software. É o software que opera o hardware de forma eficiente, eficaz e inteligente (em qualquer ambiente).

4. Backup-como-Serviço atuará como desregulador de mercado

Backup-como-Serviço (backup com adição de inteligência, no qual se provê grenciamento) se tornará uma forma padrão de fazer negócios. Com a explosão de informações se expandindo, os appliances que combinam desduplicação na origem e no destino, software de backup, replicação, snapshots, segurança e integração com a nuvem em um único equipamento também verão sua implantação crescer. A principal tendência está em ir além da desduplicação no destino – e a Symantec tem sido muito bem sucedida nisso. Agora, pretendemos nos concentrar na fase seguinte – além da desduplicação – para garantir o armazenamento mais inteligente e assim atender aos modelos de backup-como-serviço. É essencial que nossos parceiros também prestem atenção nesses appliances integrados para estar à frente da tendência de “armazenamento mais inteligente”, para capitalizar sobre o interesse dos seus clientes.

5. PMEs 100% virtualizadas se tornarão mais prevalentes

Organizações de todos os tamanhos vão avaliar e adotar vários hipervisores para seus ambientes de virtualização e computação, à medida que a participação de mercado dos fornecedores dessa solução passa a ficar mais equilibrada. Tal diversidade eliminará ferramentas específicas – que serão substituídas por plataformas com mais capacidade de suporte a diversos hipervisores, sistemas físicos e virtuais, snapshots e infraestruturas de backup na nuvem, recuperação e gestão. Com isso, mais PMEs se tornarão 100% virtualizadas e usarão vários hipervisores tanto em ambientes de teste quanto de produção.

Essa tendência é um divisor de águas para os parceiros. Seu potencial para hospedar empresas inteiras utilizando virtualização é uma grande oportunidade de mercado e vai revolucionar o modo como os canais vendem para PMEs, possibilitando um aumento significativo no crescimento dos negócios e na rentabilidade.

A partir dessas tendências, fica evidente que 2013 será um ano de oportunidades para a comunidade de parceiros de canal – para expandir suas ofertas de produtos, aumentar sua base de clientes e se diferenciar dos concorrentes. Segundo diversas fontes, este ano os analistas esperam un aumento nos gastos das empresas de TI. E com base nisto, convidamos nossos parceiros a prepararem-se para aproveitar as oportunidades de mercado.

Nós, da Symantec, continuaremos trabalhando para reforçar o compromisso que temos com nossos canais, oferecer-lhes a melhor tecnologia e os apoiar para que sejam bem sucedidos.