SOBRE A SYMANTEC

  • Compartilhar

News Release

Siga @SymantecBR no Twitter!

Relatório Norton 2013: Custo por Vítima do Cibercrime cresce 50%

Consumidores dormem com os seus smartphones e tablets, mas não usam proteção online. No Brasil, o crime virtual vitimou 22 milhões de pessoas nos últimos 12 meses.
São Paulo, 2 de outubro de 2013 - A Symantec anuncia os resultados do Relatório Norton 2013 e mostra que, enquanto o número de adultos que tiveram experiências com o cybercrime diminuiu, o custo médio por vítima aumentou 50%. ¹
"Atualmente, os cibercriminosos utilizam ataques mais sofisticados, como o Ransomware e Spear-phishing, que são muito mais lucrativos, diz Steve Trilling, Diretor de Tecnologia da Symantec. De acordo com os resultados do Relatório Norton 2013, 49% dos consumidores usam seus dispositivos móveis pessoais para trabalho e lazer, o que permite e potencializa novos riscos de segurança para as empresas já que facilita o acesso dos cibercriminosos a informações ainda mais valiosas.
O estudo também mostra que, apesar de quase metade dos usuários de smartphones se importarem com seus dispositivos e usarem-os integralmente, eles não os protegem. 48% dos usuários de dispositivos móveis não têm cuidados básicos, como a utilização de senhas, software de segurança e realização de backup de arquivos. Este comportamento vulnerável coloca o usuário e a sua identidade digital em risco.
"Se fosse um teste, os usuários móveis seriam reprovados", alerta Marian Merritt, Advogada de Segurança na Internet da Symantec. "Enquanto os consumidores protegem seus computadores, existe uma falta geral de consciência para proteger seus equipamentos móveis. É como se eles tivessem sistemas de alarme em suas casas, mas deixassem seus carros destravados e com as janelas abertas", finaliza.

Principais conclusões do Relatório Norton 2013 para o Brasil

  • 60% dos brasileiros foram vítimas do cibercrime, um total de 22 milhões de pessoas
  • 45% dos adultos no país tiveram uma experiência de crime virtual e comportamento de risco nos últimos 12 meses
  • Custo líquido do crime cibernético, nos últimos 12 meses, foi superior a R$ 18 bilhões
  • 57% dos usuários de smartphone no Brasil foram vítimas de crime virtual móvel
  • 49% dos usuários de smartphone e 61% dos consumidores de tablets no Brasil possui sistema de segurança online instalado em seus equipamento
  • 58% dos brasileiros usam o aparelho de celular para trabalho e diversão
  • 39% dos usuários de smartphone no Brasil afirmam que não deletam e-mails suspeitos de pessoas que não conhecem
  • 33% dos brasileiros não se desconecta dos perfis sociais após o acesso e 31% se conecta com pessoas desconhecidas
  • 61% dos adultos brasileiros disseram utilizar redes de Wi-Fi públicas ou inseguras
Para mais informações sobre o Norton Report 2013, global e por país, clique aqui.
Para conhecer os softwares de proteção móvel da Norton, clique aqui.

Sobre o Relatório Norton 2013

O Relatório da Norton (Norton Report), anteriormente chamado de Norton Cybercrime Report, é um dos maiores estudos do mundo sobre cibercrime com foco nos consumidores, baseado nas experiências relatadas por mais de 13 mil usuários adultos em 24 países. O objetivo é compreender como o crime virtual afeta os consumidores e de que forma a adoção e evolução de novas tecnologias impactam a segurança desses usuários.

Sobre a Symantec

A Symantec protege as informações do mundo e é líder mundial em soluções de segurança, backup e disponibilidade. Os produtos e serviços inovadores protegem as pessoas e informações em qualquer ambiente – do menor dispositivo móvel ao Data Center corporativo ou sistemas baseados na nuvem. A experiência é mundialmente reconhecida na proteção de dados, identidades e interações e oferece confiança aos clientes em um mundo conectado. Mais informações no site www.symantec.com.br ou conecte-se à Symantec no link go.symantec.com/socialmedia.

Metodologia do Relatório Norton 2013

Entre 4 de julho de 2013 e 1o de agosto de 2013, a Edelman Berland conduziu entrevistas online com 13.022 adultos, com idades entre 18 e 64 anos, de 24 países (Austrália, Brasil, Canadá, China, Colômbia, Dinamarca, França, Alemanha, Índia, Itália, Japão, México, Holanda, Nova Zelândia, Polônia, Rússia, Arábia Saudita, Singapura, África do Sul, Suécia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Estados Unidos da América). A margem de erro para a amostra total de adultos (n=13.022) é 0,9% com nível de confiança de 95%. 1000 adultos participantes foram entrevistados nos EUA, 1000 na Índia, e 500 em cada um dos outros países. Os dados mundiais foram ponderados para garantir que todos os países tivessem uma representação igual de n500 adultos.
OBSERVAÇÃO AOS EDITORES: Se desejarerm mais informações sobre a Symantec Corporation e seus produtos, por favor, visitem a Sala de Imprensa da Symantec em http://www.symantec.com/news.
Symantec, o logotipo Symantec, e Norton, são marcas ou marcas registradas da Symantec Corporation ou suas afiliadas nos EUA e outros países. Outros nomes podem ser marcas registradas de seus respectivos proprietários.
¹ Norton Cybercrime Report, de setembro de 2012, página 6 http://www.norton.com/2012cybercrimereport; custo médio por vítima é de US$197; Symantec Corporation, Norton Report, October 2013, página 8 go.symantec.com/norton-report-2013; US$287 custo médio por vítima.

@Symantec