SOBRE A SYMANTEC

  • Compartilhar
  1. /
  2. Pesquisa 2011 sobre Retenção de Informações e eDiscovery
Pesquisa 2011 sobre Retenção de Informações e eDiscovery





Pesquisa 2011 sobre Retenção de Informações e eDiscovery

Pesquisa 2011 sobre Retenção de Informações e eDiscovery

A Pesquisa 2011 sobre Retenção de Informações e eDiscovery analisou como as empresas gerenciam os crescentes volumes de dados armazenados eletronicamente e como se preparam para a eventualidade de uma solicitação de eDiscovery, como são conhecidos os métodos de pesquisa e obtenção de dados eletrônicos.
Destaques da pesquisa:
  • E-mail versus eDiscovery. Quando questionados sobre quais tipos de documentos são mais comumente parte de uma solicitação de eDiscovery na América Latina, 72 por cento dos entrevistados apontaram certos arquivos e documentos, além de bases de dados ou dados de aplicação (citados por 69 por cento) à frente dos e-mails, com 65 por cento.

  • Melhores práticas geram resultados consideravelmente melhores. A pesquisa constatou grandes variações em termos de práticas de retenção de informações entre as empresas. Aquelas que empregam as melhores práticas, como a automação do posicionamento da guarda legal de documentos a e utilização de uma ferramenta de arquivamento em vez de depender de backups, têm resultados significativamente melhores quando se trata de responder a uma solicitação de eDiscovery.

  • Apesar dos riscos, as organizações ainda não estão preparadas. A pesquisa mostrou que, apesar dos riscos, mais da metade dos entrevistados na América Latina não tem um plano estabelecido para retenção de informações. Vinte e oito por cento estão apenas discutindo como fazê-lo e 14 por cento não possui nenhum plano.
Mais informações sobre a pesquisa: