1. /
  2. Security Response/
  3. Glossário/
  4. DRL (Dirty Region Logging) (DRL (Dirty Region Logging, registro de log de região suja))
  • Compartilhar

Glossário

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Z | _1234567890

DRL (Dirty Region Logging) (DRL (Dirty Region Logging, registro de log de região suja))

Um mecanismo do VxVM que rastreia inconsistências de gravação de espelhamento, que ajuda na ressincronização rápida dos espelhamentos após o travamento do sistema. Internamente, o DRL é implementado como um mapa e não como um log.

O método através do qual o VxVM monitora e registra em log as alterações a um plex como um bitmap de regiões alteradas. Para volumes com um volume do DCO de estilo novo, o log de região suja é mantido no volume do DCO. Caso contrário, o log de região suja é atribuído a um subdisco associado chamado subdisco de logs.

Uma propriedade opcional de um volume, usada para fornecer uma recuperação rápida dos volumes espelhados após uma falha do sistema. O DRL controla as regiões alteradas devido às gravações de E/S em um volume espelhado.