ISTR21

Relatório de Ameaças à Segurança na Internet de 2016

O Relatório Symantec de Ameaças à Segurança na Internet de 2016 oferece uma visão geral e análise das atividades de ameaças globais durante o ano.

Ler o relatório Ver dados suplementares

Uma nova vulnerabilidade de dia zero descoberta por semana

Invasores lucram com as falhas em navegadores e plug-ins de sites

Em 2015, a quantidade de vulnerabilidades de dia zero descobertas foi maior do que o dobro (um aumento de 125 por cento) em relação ao ano anterior, com um total de 54. Em outras palavras, uma nova vulnerabilidade de dia zero foi descoberta, em média, a cada semana em 2015. Dado o valor dessas vulnerabilidades, não é de se surpreender que um mercado tenha se desenvolvido para atender à demanda.

Ver o gráfico informativo Assistir ao webcast

Meio bilhão de registros pessoais roubados ou perdidos

Empresas não relatam a quantidade total de violações

O ano de 2015 bateu o recorde com um total de nove importantes violações, e a quantidade de identidades expostas que foram relatadas chegou a 429 milhões. Mas por trás desse número tem uma história ainda maior. Em 2015, uma quantidade maior de empresas preferiu não revelar o total de violações de dados que vivenciou. Uma estimativa conservadora das violações não relatadas chega a um total de mais de meio bilhão de registros perdidos.

Ver o gráfico informativo Assistir ao webcast

Vulnerabilidades são encontradas em mais da metade dos websites

Administradores da Web ainda lutam por manter os patches atualizados

Em 2015, houve mais de um milhão de ataques na Web por dia contra pessoas. Os criminosos cibernéticos continuam se aproveitando das vulnerabilidades de sites legítimos para infectar usuários, porque os administradores dos sites não conseguem proteger os sites. Quase 75 por cento de todos os sites legítimos têm vulnerabilidades que não são corrigidas, o que coloca todos nós em risco.

Campanhas de spear-phishing com funcionários como alvo aumentaram em 55%

Os agressores cibernéticos estão jogando a longo prazo

Em 2015, as empresas de grande porte que foram alvo de ataques uma vez foram mais propensas a serem alvo de ataques novamente pelo menos três outras vezes durante o ano. Empresas de todos os portes estão potencialmente vulneráveis a ataques direcionados. As campanhas de spear-phishing que tinham funcionários como alvo aumentaram 55 por cento em 2015. Nenhuma empresa está livre de riscos.

Ver o gráfico informativo Assistir ao webcast

A incidência de ransomware aumentou em 35%

Os criminosos cibernéticos estão usando a criptografia como arma

O ransomware é um tipo de ataque extremamente lucrativo e continuará capturando usuários de PC e expandindo para qualquer dispositivo que esteja conectado em rede que puder ser mantido como refém para fins lucrativos. Em 2015, o ransomware conquistou novos alvos como smartphones, computadores Mac e sistemas Linux. A Symantec até demonstrou ataques contra smartwatches e televisões em 2015 como provas de conceito.

Ver o gráfico informativo

100 milhões de fraudes de suporte técnico bloqueadas

Os criminosos cibernéticos agora convencem você a ligar para eles

As fraudes envolvendo suporte técnico evoluíram da chamada direta a usuários desavisados para o cenário em que os agressores convencem as vítimas a ligar diretamente para eles. Os agressores enganam as pessoas com alertas de erro na tela, que direcionam a vítima a um número de telefone que é atendido por um “representante do suporte técnico” que tenta vender serviços inúteis. Em 2015, a Symantec bloqueou 100 milhões de ataques desse tipo.

Gráficos informativos

Exiba ou compartilhe gráficos que destacam algumas das principais descobertas do relatório deste ano.

Webcast

Principais descobertas do Relatório Symantec de Ameaças à Segurança na Internet de 2016

Os ataques cibernéticos estão aumentando em quantidade e sofisticação. As ameaças de hoje são diferentes das encontradas no mês anterior. O que você pode fazer para melhorar sua postura de segurança?

Assistir ao webcast