W32.Liac.A@mm

Versão para impressão

Descoberta: July 08, 2002
Atualizado: February 13, 2007 11:40:33 AM
Também conhecido como: W32.Liac@mm, WORM_LIAC.A [Trend], W32/Calil-A [Sophos], W32/Liac@MM [McAfee]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 12,208 bytes
Sistemas afetados: Windows


O W32.Liac.A@mm é um worm de envio de e-mail em grande escala que é programado no Visual Basic. Quando o worm é executado, ele tenta utilizar o Microsoft Outlook para enviar e-mails para todos os contatos no Catálogo de Endereços do Windows (.wab). O worm foi compactado usando um conhecido compactador de arquivo executável. O tamanho do worm é de mais ou menos 12 KB compactado e 40 KB descompactado.

Datas da proteção antivírus

  • Versão inicial do Rapid Release July 08, 2002
  • Última versão do Rapid Release September 28, 2010 revisão 054
  • Versão inicial diária certificada July 08, 2002
  • Última versão diária certificada September 28, 2010 revisão 036
  • Data da versão inicial semanal certificada July 08, 2002

Click here for a more detailed description of Rapid Release and Daily Certified virus definitions.

Escrito por: Neal Hindocha

Descoberta: July 08, 2002
Atualizado: February 13, 2007 11:40:33 AM
Também conhecido como: W32.Liac@mm, WORM_LIAC.A [Trend], W32/Calil-A [Sophos], W32/Liac@MM [McAfee]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 12,208 bytes
Sistemas afetados: Windows


Quando o W32.Liac.A@mm é executado, ele faz o seguinte:

Exibe essa mensagem:

Barra de título: Windows
Mensagem: Erro54: O Mídia Player não está instalado corretamente

Em seguida, ele tenta se copiar na pasta temporária do Windows. Ele o faz, tentando utilizar esses nomes de pastas inseridos no código:

  • C:\Win98\Temp
  • C:\Win95\Temp
  • C:\Winnt\Temp
  • C:\Winme\Temp
  • C:\Winxp\Temp
  • C:\Windows\Temp

Em seguida, para que o worm seja executado todas as vezes que você iniciar o Windows, ele tenta adicionar o valor

Lilac

à chave de registro

HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run

NOTA: Devido a erros no código do worm, algumas ou todas essas ações poderão não ser executadas.

Em seguida, o worm tenta utilizar o Microsoft Outlook para enviar e-mails para todos os contatos do Catálogo de Endereços do Windows. O e-mail enviado aparecerá como a seguir:

Assunto: FW:FW: LILAC project video attach (Vídeo projeto LILAC anexado)
Mensagem: Things that the govt. dont want you to know (Coisas que o governo não quer que você saiba)
Anexo: LILAC_WHAT_A_WONDERFULNAME.avi.exe

Há erros nessa rotina. Portanto, em alguns casos, arquivos executáveis de 0 byte poderão ser anexados. Em outros, poderá não haver nenhum anexo.

Finalmente, o worm poderá tentar adicionar ou modificar os seguintes valores, conforme exibido abaixo:

RegisteredOwner         xEnOcrAtEs
LegalNoticeCaption       Owned by:
LegalNoticeText         Owned by: xEnOcrAtEs

na chave do Registro:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion

Em algumas ocasiões, o worm poderá exibir essa mensagem:

O seu PC está infectado com o vírus LILAC por: xEnOcrAtEs

Recomendações

Symantec Security Response encourages all users and administrators to adhere to the following basic security "best practices":

  • Use a firewall to block all incoming connections from the Internet to services that should not be publicly available. By default, you should deny all incoming connections and only allow services you explicitly want to offer to the outside world.
  • Enforce a password policy. Complex passwords make it difficult to crack password files on compromised computers. This helps to prevent or limit damage when a computer is compromised.
  • Ensure that programs and users of the computer use the lowest level of privileges necessary to complete a task. When prompted for a root or UAC password, ensure that the program asking for administration-level access is a legitimate application.
  • Disable AutoPlay to prevent the automatic launching of executable files on network and removable drives, and disconnect the drives when not required. If write access is not required, enable read-only mode if the option is available.
  • Turn off file sharing if not needed. If file sharing is required, use ACLs and password protection to limit access. Disable anonymous access to shared folders. Grant access only to user accounts with strong passwords to folders that must be shared.
  • Turn off and remove unnecessary services. By default, many operating systems install auxiliary services that are not critical. These services are avenues of attack. If they are removed, threats have less avenues of attack.
  • If a threat exploits one or more network services, disable, or block access to, those services until a patch is applied.
  • Always keep your patch levels up-to-date, especially on computers that host public services and are accessible through the firewall, such as HTTP, FTP, mail, and DNS services.
  • Configure your email server to block or remove email that contains file attachments that are commonly used to spread threats, such as .vbs, .bat, .exe, .pif and .scr files.
  • Isolate compromised computers quickly to prevent threats from spreading further. Perform a forensic analysis and restore the computers using trusted media.
  • Train employees not to open attachments unless they are expecting them. Also, do not execute software that is downloaded from the Internet unless it has been scanned for viruses. Simply visiting a compromised Web site can cause infection if certain browser vulnerabilities are not patched.
  • If Bluetooth is not required for mobile devices, it should be turned off. If you require its use, ensure that the device's visibility is set to "Hidden" so that it cannot be scanned by other Bluetooth devices. If device pairing must be used, ensure that all devices are set to "Unauthorized", requiring authorization for each connection request. Do not accept applications that are unsigned or sent from unknown sources.
  • For further information on the terms used in this document, please refer to the Security Response glossary.

Escrito por: Neal Hindocha

Descoberta: July 08, 2002
Atualizado: February 13, 2007 11:40:33 AM
Também conhecido como: W32.Liac@mm, WORM_LIAC.A [Trend], W32/Calil-A [Sophos], W32/Liac@MM [McAfee]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 12,208 bytes
Sistemas afetados: Windows


NOTA: Essas instruções são para todos os produtos antivírus atuais e recentes da Symantec, incluindo as linhas de produtos do Symantec AntiVirus e Norton AntiVirus.

  1. Atualize as definições de vírus, execute uma verificação completa do sistema e exclua todos os arquivos que forem detectados como W32.Liac.A@mm
  2. Exclua o valor

    Lilac

    da chave de registro

    HKEY_CURRENT_USER\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run


Atualize as definições de vírus, execute uma verificação completa do sistema e exclua todos os arquivos que forem detectados como W32.Liac.A@mm. Para obter detalhes sobre como fazer isso, leia as seguintes instruções.

Para verificar e excluir os arquivos infectados:
  1. Obtenha as definições de vírus mais recentes. Há duas maneiras de fazer isso:
    • Execute o LiveUpdate, a maneira mais fácil de obter definições de vírus. Essas definições passam por um teste de controle de qualidade completo do Symantec Security Response e são enviadas aos servidores do LiveUpdate uma vez por semana (geralmente toda quarta-feira), a não ser que ocorra uma epidemia de vírus. Para determinar se as definições de vírus para essa ameaça estão disponíveis através do LiveUpdate, consulte a linha Definições de vírus (LiveUpdate) na parte superior desse artigo.
    • Faça o download das definições usando o Intelligent Updater. As definições do Intelligent Updater passaram por um teste de controle de qualidade completo do Symantec Security Response. Elas são enviadas de segunda a sexta-feira. Elas devem ser descarregadas do website do Symantec Security Response e instaladas manualmente. Para determinar se as definições de vírus para essa ameaça estão disponíveis através do Intelligent Updater, consulte a linha Definições de vírus (Intelligent Updater) na parte superior desse artigo.

      As definições de vírus do Intelligent Updater estão disponíveis aqui. Para obter instruções detalhadas sobre como fazer o download e instalar as definições de vírus do Intelligent Updater a partir do website do Symantec Security Response, clique aqui:
  2. Inicie o software de antivírus da Symantec e configure-o para verificar todos os arquivos.
    • Produtos do Norton AntiVirus para o consumidor: Leia o documento Como configurar o Norton AntiVirus para verificar todos os arquivos.
    • Produtos antivírus do Symantec Enterprise: Leia o documento Como verificar se um produto antivírus corporativo da Symantec está configurado para verificar todos os arquivos.
  3. Execute uma verificação completa do sistema.
  4. Se qualquer arquivo estiver detectado como infectado pelo W32.Liac.A@mm, clique em Excluir.
Para remover o valor do Registro:

CUIDADO: A Symantec recomenda que você faça backup do Registro do sistema antes de efetuar quaisquer alterações. Alterações incorretas no Registro podem resultar na perda permanente de dados ou em corrupção de arquivos. Modifique somente as chaves especificadas. Consulte o documento Como fazer backup do Registro do Windows para obter instruções.
  1. Clique em Iniciar e em Executar. A caixa de diálogo Executar será exibida.
  2. Digite regedit e clique em OK. O Editor do Registro será aberto.
  3. Navegue até a seguinte chave:

    HKEY_CURRENT_USER\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run
  4. No painel direito, exclua o seguinte valor:

    Lilac
  5. Clique em Registro e em Sair.

Escrito por: Neal Hindocha