Descoberta: May 02, 2005
Atualizado: February 13, 2007 12:36:19 PM
Também conhecido como: CME-456, Win32.Sober.N [Computer Associ, Sober.P [F-Secure], Email-Worm.Win32.Sober.p [Kasp, W32/Sober.p@MM [McAfee], W32/Sober-N [Sophos], WORM_SOBER.S [Trend Micro]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 53,728 bytes (zip)53,554 bytes (exe)
Sistemas afetados: Windows


O W32.Sober.O@mm é um worm de distribuição de e-mails em massa que envia cópias de si mesmo, na forma de um anexo de e-mail, para todos os endereços obtidos no computador infectado. Este worm utiliza seu próprio mecanismo SMTP para se propagar. A mensagem de e-mail pode estar em inglês ou em alemão.

O Symantec Security Response criou uma ferramenta para remover infecções do W32.Sober.O@mm.

Datas da proteção antivírus

  • Versão inicial do Rapid Release May 02, 2005
  • Última versão do Rapid Release August 08, 2016 revisão 023
  • Versão inicial diária certificada May 02, 2005
  • Última versão diária certificada August 09, 2016 revisão 001
  • Data da versão inicial semanal certificada May 02, 2005

Click here for a more detailed description of Rapid Release and Daily Certified virus definitions.

Escrito por: Rodney Andres

Descoberta: May 02, 2005
Atualizado: February 13, 2007 12:36:19 PM
Também conhecido como: CME-456, Win32.Sober.N [Computer Associ, Sober.P [F-Secure], Email-Worm.Win32.Sober.p [Kasp, W32/Sober.p@MM [McAfee], W32/Sober-N [Sophos], WORM_SOBER.S [Trend Micro]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 53,728 bytes (zip)53,554 bytes (exe)
Sistemas afetados: Windows


Ao ser executado, o W32.Sober.O@mm faz o seguinte:

  1. Exibe a mensagem de erro abaixo:

    Título: WinZip Self-Extractor
    Mensagem: Error:  CRC not complete




  2. Cria os seguintes arquivos:

    • %Windir%\Connection Wizard\Status\csrss.exe
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\packed1.sbr
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\packed2.sbr
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\packed3.sbr
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\services.exe
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\smss.exe
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\sacri1.ggg
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\sacri2.ggg
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\sacri3.ggg
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\voner1.von
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\voner2.von
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\voner3.von
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\sysonce.tst
    • %Windir%\Connection Wizard\Status\fastso.ber
    • %System%\adcmmmmq.hjg
    • %System%\langeinf.lin
    • %System%\nonrunso.ber
    • %System%\seppelmx.smx
    • %System%\xcvfpokd.tqa

      Notas:
    • %Windir% é uma variável. Por padrão, essa pasta é C:\Windows (Windows 95/98/Me) ou C:\Winnt (Windows NT/2000/XP).
    • %System% é uma variável. Por padrão, ela é C:\Windows\System (Windows 95/98/Me), C:\Winnt\System32 (Windows NT/2000), ou C:\Windows\System32 (Windows XP).
    • Os arquivos sacri1.ggg, sacri2.ggg, sacri3.ggg, voner1.von, voner2.von, voner3.von, sysonce.tst, fastso.ber, adcmmmmq.hjg, langeinf.lin, nonrunso.ber, seppelmx.smx, xcvfpokd.tqa não são maliciosos.

  3. Adiciona o valor:

    " WinStart" = "%Windir%\Connection Wizard\Status\services.exe"

    à chave de registro:

    HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run

    de forma que o W32.Sober.O@mm seja executado na inicialização do Windows.

  4. Adiciona o valor:

    "_WinStart" = "%Windir%\Connection Wizard\Status\services.exe"

    à chave de registro:

    HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run

    de forma que o W32.Sober.O@mm seja executado na inicialização do Windows.

  5. Verifica a disponibilidade de conexão de rede contatando um servidor NTP na porta 37, ou contatando um dos domínios a seguir:

    • microsoft.com
    • bigfoot.com
    • yahoo.com
    • t-online.de
    • google.com
    • hotmail.com

  6. Obtém endereços de e-mail de arquivos com as seguintes extensões:

    • .abc
    • .abd
    • .abx
    • .adb
    • .ade
    • .adp
    • .adr
    • .asp
    • .bak
    • .bas
    • .cfg
    • .cgi
    • .cls
    • .cms
    • .csv
    • .ctl
    • .dbx
    • .dhtm
    • .doc
    • .dsp
    • .dsw
    • .eml
    • .fdb
    • .frm
    • .hlp
    • .imb
    • .imh
    • .imh
    • .imm
    • .inbox
    • .ini
    • .jsp
    • .ldb
    • .ldif
    • .log
    • .mbx
    • .mda
    • .mdb
    • .mde
    • .mdw
    • .mdx
    • .mht
    • .mmf
    • .msg
    • .nab
    • .nch
    • .nfo
    • .nsf
    • .nws
    • .ods
    • .oft
    • .php
    • .phtm
    • .pl
    • .pmr
    • .pp
    • .ppt
    • .pst
    • .rtf
    • .shtml
    • .slk
    • .sln
    • .stm
    • .tbb
    • .txt
    • .uin
    • .vap
    • .vbs
    • .vcf
    • .wab
    • .wsh
    • .xhtml
    • .xls
    • .xml

      O worm não envia cópias de si mesmo para os endereços que contenham as seguintes sequências:

    • -dav
    • .dial.
    • .kundenserver.
    • .ppp.
    • .qmail@
    • .sul.t-
    • @arin
    • @avp
    • @ca.
    • @example.
    • @foo.
    • @from.
    • @gmetref
    • @iana
    • @ikarus.
    • @kaspers
    • @messagelab
    • @nai.
    • @panda
    • @smtp.
    • @sophos
    • @www
    • abuse
    • announce
    • antivir
    • anyone
    • anywhere
    • bellcore.
    • bitdefender
    • clock
    • detection
    • domain.
    • emsisoft
    • ewido.
    • free-av
    • freeav
    • ftp.
    • gold-certs
    • google
    • host.
    • icrosoft.
    • ipt.aol
    • law2
    • linux
    • mailer-daemon
    • mozilla
    • mustermann@
    • nlpmail01.
    • noreply
    • nothing
    • ntp-
    • ntp.
    • ntp@
    • office
    • password
    • postmas
    • reciver@
    • secure
    • service
    • smtp-
    • somebody
    • someone
    • spybot
    • sql.
    • subscribe
    • support
    • t-dialin
    • t-ipconnect
    • test@
    • time
    • user@
    • variabel
    • verizon.
    • viren
    • virus
    • whatever@
    • whoever@
    • winrar
    • winzip
    • you@
    • yourname

  7. Tenta enviar uma cópia de si mesmo aos endereços obtidos. O e-mail pode ser tanto em inglês como em alemão, e possui as seguintes características:

    Alemão

    De:
    Um dos seguintes:

    • FIFA@[domínio aleatório]
    • Gewinn@[domínio aleatório]
    • fifa@[domínio aleatório]
    • WM-Ticket@[domínio aleatório]
    • OK2006@[domínio aleatório]
    • Ticket@[domínio aleatório]
    • Verlosung@[domínio aleatório]
    • Administrator@[domínio aleatório]


      Assunto:

      Um dos seguintes:

    • Ihr Passwort
    • Mail-Fehler!
    • Ihre E-Mail wurde verweigert
    • Ich bin's, was zum lachen ;)
    • Glueckwunsch: Ihr WM Ticket
    • WM Ticket Verlosung
    • WM-Ticket-Auslosung


      Mensagem:

      Uma das seguintes:

    • Passwort und Benutzer-Informationen befinden sich in der beigefuegten Anlage.
      http://www.[random domain]
      *-* MailTo: PasswordHelp

    • Diese E-Mail wurde automatisch erzeugt
      Mehr Information finden Sie unter http://www.[domínio aleatório]
      Folgende Fehler sind aufgetreten:
      Fehler konnte nicht Explicit ermittelt werden
      Aus Datenschutzrechtlichen Gruenden, muss die vollstaendige E-Mail incl. Daten gezippt & angehaengt werden.
      Wir bitten Sie, dieses zu beruecksichtigen.
      Auto ReMailer#

    • Nun sieh dir das mal an
      Was ein Ferkel ....

    • Herzlichen Glueckwunsch,
      beim Run auf die begehrten Tickets fr die 64 Spiele der Weltmeisterschaft 2006 in Deutschland sind Sie
      dabei.Weitere Details ihrer Daten entnehmen Sie bitte dem Anhang.

      Ao final da mensagem, um dos textos abaixo é aleatoriamente inserido:

    • Mail-Scanner:  Es wurde kein Virus festgestellt
    • AntiVirus:  Kein Virus gefunden
    • AntiVirus-System:  Kein Virus erkannt
    • WebSite:  http:/ /www.[domínio aleatório]


      Anexo:
      Um dos seguintes:
    • LOL.zip
    • autoemail-text.zip
    • _PassWort-Info.zip
    • Fifa_Info-Text.zip
    • okTicket-info.zip

      Nota: O anexo é um arquivo .zip que contém uma cópia do worm. O nome do arquivo contido no arquivo .zip é Winzipped-Text_Data.txt[espaços].pif ou Winzipped-Text_Data.txt[espaços].exe.

      Inglês:

      Assunto:
      Um dos seguintes:
    • Re:Your Password
    • Re:Registration Confirmation
    • Re:Your email was blocked
    • Re:mailing error
    • Re: [em branco]


      Mensagem:
      Um dos seguintes:
    • ok ok ok,,,,, here is it

    • Account and Password Information are attached!
      Visit: http://www.[domínio aleatório]

    • This is an automatically generated E-Mail Delivery Status Notification.
      Mail-Header, Mail-Body and Error Description are attached
      Attachment-Scanner: Status OK,AntiVirus: No Virus found,Server-AntiVirus: No Virus (Clean)


      Ao final da mensagem, um dos textos abaixo é aleatoriamente inserido:

    • Attachment-Scanner: Status OK
    • AntiVirus: No Virus found
    • Server-AntiVirus: No Virus (Clean)
    • http:/ / www.[domínio aleatório]



      Anexo:
      Um dos seguintes:

    • our_secret.zip
    • mail_info.zip
    • error-mail_info.zip
    • account_info.zip
    • account_info-text.zip


      Nota: O anexo pode ser um arquivo .zip que contém uma cópia do worm. O nome do arquivo contido no .zip será Winzipped-Text_Data.txt[espaços em branco].pif or Winzipped-Text_Data.txt[espaços em branco].exe.

  8. Apaga os arquivos abaixo, se eles existirem:

    • %ProgramFiles%\Symantec\Liveupdate\a*.exe
    • %ProgramFiles%\Symantec\Liveupdate\luc*.exe
    • %ProgramFiles%\Symantec\Liveupdate\ls*.exe
    • %ProgramFiles%\Symantec\Liveupdate\luu*.exe

      Nota: %ProgramFiles% é uma variável. Por padrão, essa pasta éC:\Arquivos de programas.

  9. Sobrescreve o arquivo %Program Files%\Symantec\Liveupdate\luall.exe com uma cópia de si mesmo, se existir.

  10. Verifica a data e a hora em um servidor NTP remoto.

  11. Se a data recebida do servidor for 9 de maio de 2005 ou anterior, o worm inicia sua rotina de e-mails em massa.

  12. Se a data for 10 de maio de 2005 ou posterior, o worm tenta conectar-se às URLs abaixo em vez de iniciar sua rotina de e-mails em massa:

    • free.[domínio removido].at/nswjqauhszsx/aqnd.wgfa
    • home.[domínio removido].de/bergershomepage/test.exe
    • home.[domínio removido].de/bfqcoxxycbw/cowzl.exe
    • home.[domínio removido].de/cmjpvvilpcm/ehz.eyb
    • home.[domínio removido].de/fffeqfbs/vuq.fxa
    • home.[domínio removido].de/gdkmmwbgsammp/tpsg.gypa
    • home.[domínio removido].de/jyvmnlvnm/etsvu.exe
    • home.[domínio removido].at/ekmdwdyjuo/ylh.czl
    • people.[domínio removido].de/apqxawjwlxjbj/gza.pyw
    • people.[domínio removido].de/bcxxryazzc/tnsx.ynz
    • people.[domínio removido].de/hzhgrdsfrzksw/chcc.exe
    • people.[domínio removido].de/lbhynepwoven/modoo.exe
    • people.[domínio removido].de/rriuuzs/qoyzr.exe
    • people.[domínio removido].de/spjjepr/sga.whk
    • people.[domínio removido].de/wgldbtsyxy/vhn.exe
    • scifi.[domínio removido].at/qhclkofj/axye.cly

Nota: Nenhum dos arquivos acima estavam disponíveis até este momento.

Recomendações

Symantec Security Response encourages all users and administrators to adhere to the following basic security "best practices":

  • Use a firewall to block all incoming connections from the Internet to services that should not be publicly available. By default, you should deny all incoming connections and only allow services you explicitly want to offer to the outside world.
  • Enforce a password policy. Complex passwords make it difficult to crack password files on compromised computers. This helps to prevent or limit damage when a computer is compromised.
  • Ensure that programs and users of the computer use the lowest level of privileges necessary to complete a task. When prompted for a root or UAC password, ensure that the program asking for administration-level access is a legitimate application.
  • Disable AutoPlay to prevent the automatic launching of executable files on network and removable drives, and disconnect the drives when not required. If write access is not required, enable read-only mode if the option is available.
  • Turn off file sharing if not needed. If file sharing is required, use ACLs and password protection to limit access. Disable anonymous access to shared folders. Grant access only to user accounts with strong passwords to folders that must be shared.
  • Turn off and remove unnecessary services. By default, many operating systems install auxiliary services that are not critical. These services are avenues of attack. If they are removed, threats have less avenues of attack.
  • If a threat exploits one or more network services, disable, or block access to, those services until a patch is applied.
  • Always keep your patch levels up-to-date, especially on computers that host public services and are accessible through the firewall, such as HTTP, FTP, mail, and DNS services.
  • Configure your email server to block or remove email that contains file attachments that are commonly used to spread threats, such as .vbs, .bat, .exe, .pif and .scr files.
  • Isolate compromised computers quickly to prevent threats from spreading further. Perform a forensic analysis and restore the computers using trusted media.
  • Train employees not to open attachments unless they are expecting them. Also, do not execute software that is downloaded from the Internet unless it has been scanned for viruses. Simply visiting a compromised Web site can cause infection if certain browser vulnerabilities are not patched.
  • If Bluetooth is not required for mobile devices, it should be turned off. If you require its use, ensure that the device's visibility is set to "Hidden" so that it cannot be scanned by other Bluetooth devices. If device pairing must be used, ensure that all devices are set to "Unauthorized", requiring authorization for each connection request. Do not accept applications that are unsigned or sent from unknown sources.
  • For further information on the terms used in this document, please refer to the Security Response glossary.

Escrito por: Rodney Andres

Descoberta: May 02, 2005
Atualizado: February 13, 2007 12:36:19 PM
Também conhecido como: CME-456, Win32.Sober.N [Computer Associ, Sober.P [F-Secure], Email-Worm.Win32.Sober.p [Kasp, W32/Sober.p@MM [McAfee], W32/Sober-N [Sophos], WORM_SOBER.S [Trend Micro]
Tipo: Worm
Extensão da infecção: 53,728 bytes (zip)53,554 bytes (exe)
Sistemas afetados: Windows


Remoção usando a Ferramenta de Remoção do W32.Sober.O@mm
O Symantec Security Response criou uma ferramenta para remover o W32.Sober.O@mm. Esta é a maneira mais fácil de se remover esta ameaça.

Remoção manual
Como alternativa ao uso da ferramenta, você pode remover esta ameaça manualmente.

Estas instruções se aplicam a todos os produtos antivírus atuais e aos mais recentes da Symantec, inclusive as linhas de produto Symantec Antivírus e Norton AntiVirus.

  1. Desative a Restauração do Sistema (Windows Me/XP).
  2. Atualize as definições de vírus.
  3. Reinicie o computador em Modo de Segurança.
  4. Execute uma verificação de sistema completa para reparar ou excluir todos os arquivos detectados como W32.Sober.O@mm.
  5. Exclua os valores adicionados ao registro.
Para maiores detalhes sobre como fazer isto, consulte as seguintes instruções.

1. Desativando a Restauração do Sistema (Windows Me/XP)
Usuários do Windows Me e do Windows XP devem desativar, temporariamente, o recurso de Restauração do Sistema. Este recurso, ativado por padrão, é usado pelo Windows ME/XP para restaurar os arquivos do sistema em seu computador, caso estes tenham sido danificados. Quando um computador é infectado por um vírus, worm ou Cavalo de Tróia é possível que arquivos infectados sejam recuperados pela Restauração do Sistema.

Por padrão, o Windows previne que os arquivos criados e mantidos pela Restauração do Sistema sejam alterados por programas externos, inclusive programas antivírus. Dessa forma, arquivos criados por este recurso que tenha sido infectados não poderão ser corrigidos. Assim, ao usar este recurso mais tarde, é possível que você restaure em seu sistema um arquivo infectado ou que verificadores online detectem uma ameaça naquele lugar.

Para instruções sobre como desativar a Restauração do Sistema, consulte a seção referente ao seu sistema operacional:
    Desativando o recurso de restauração do Windows Me
    1. Clique em Iniciar > Configurações > Painel de Controle.
    2. Clique duas vezes em Sistema.

      Nota: Se o ícone Sistema não for visível, clique em Exibir todas as opções do Painel de Controle.
    3. Clique na guia Desempenho > Sistema de arquivos.
    4. Clique na guia Solução de problemas e selecione Desativar Restauração do Sistema.
    5. Clique em OK > Fechar.
    6. Clique em Sim quando for solicitado a reinicializar o Windows.


    Desativando o recurso de Restauração do Sistema no Windows XP

    Notas:
    • Você deve fazer o login como Administrador para fazer isso. Se não fizer o login como Administrador, a guia do recurso de restauração do sistema não será exibida. Se não souber como fazer o logincomo Administrador, entre em contato com o Administrador de Sistemas (se estiver em rede) ou consulte a documentação do seu sistema operacional.
    • A desativação do recurso de restauração eliminará todos os pontos prévios de restauração.


    1. Clique em Iniciar > Programas > Acessórios > Windows Explorer.
    2. Clique com o botão direito em Meu Computador > Propriedades.
    3. Clique na guia Restauração do Sistema.
    4. Selecione Desativar Restauração do Sistema ou Desativar Restauração do Sistema em todas as unidades.
    5. Clique em Aplicar > OK.
    6. Clique em Sim para confirmar a eliminação dos pontos prévios de restauração.
    7. Clique em OK.


Para obter instruções detalhadas sobre como configurar a Restauração do Sistema, consulte um dos documentos abaixo:

Para informações adicionais e como alternativa a desativar a Restauração do Sistema, consulte o artigo Q263455, em inglês, da Base de Conhecimento da Microsoft (Anti-Virus Tools Cannot Clean Infected Files in the _Restore Folder ).


2. Atualizando as definições de vírus
O Symantec Security Response efetua testes completos em todas as definições de vírus para garantir sua qualidade antes das mesmas serem disponibilizadas em nossos servidores. Existem duas formas de se obter as definições de vírus mais recentes:
  • Executando o LiveUpdate: esta é a maneira mais fácil de se obter as definições de vírus. Estas definições são postadas nos servidores do LiveUpdate semanalmente (normalmente às Quartas-feiras), a não ser que haja uma significativa propagação de vírus. Para determinar se definições para esta ameaça estão disponíveis através do LiveUpdate, consulte o item "Definições de Vírus (LiveUpdate)", na seção "Proteção", no topo deste documento. Para mais informações sobre como executar o LiveUpdate, consulte o documento Executando o LiveUpdate.
  • Fazendo o donwload das definições de vírus usando o Intelligent Updater: as definições de vírus do Intelligent Updater são disponibilizadas nos Estados Unidos nos dias úteis (de segunda a sexta-feira). Você deve fazer o download das definições a partir do website do Symantec Security Response e instalá-las manualmente. Para determinar se as definições para esta ameaça estão disponíveis através do Intelligent Updater, consulte o item Definições de Vírus (Intelligent Updater), na seção "Proteção" no topo deste alerta. Para instruções detalhadas sobre como fazer o download e instalar as definições de vírus do Intelligent Updater a partir do site do website do Symantec Security Response clique aqui.


3. Reiniciando o computador em Modo de Segurança
Reinicie o computador em Modo de Segurança. Para instruções sobre como fazer isso, consulte o documento Iniciando o computador em Modo de Segurança .

AVISO: Se estiver usando Windows 2000 ou XP, faça o login como Administrador ao reiniciar o computador em Modo de Segurança. Se isto não for observado, a ferramenta pode não conseguir remover completamente esta ameaça.


4. Executando uma verificação completa no sistema
Inicie seu programa de antivírus da Symantec e configure-o para verificar todos os arquivos:
Execute uma verificação completa do sistema. Se estiver utilizando um produto doméstico, siga um dos procedimentos abaixo, dependendo da versão do produto:
  • Produtos versão 2004
    1. Inicie o o Norton AntiVirus
    2. No painel esquerdo, clique em Verificar Vírus.
    3. Clique duas vezes em Verificar o Meu Computador.
    4. Siga as etapas do Assistente de Remoção.
    5. Se houver arquivos infectados pelo W32.Sober.O@mm, anote o caminho para o arquivo. Não ignore esta etapa.
    6. Quando a verificação terminar, siga as etapas do Assistente de Remoção e, ao final, clique em Concluir.
  • Produtos versão 2005
    1. Clique em Iniciar > Executar.
    2. No campo Executar digite:

      NAVW32.EXE /L /VISIBLE

      Nota: existe um espaço antes de cada barra.
    3. Clique em OK.
    4. Se houver arquivos infectados pelo W32.Sober.O@mm, anote o caminho para o arquivo. Não ignore esta etapa.
    5. Quando a verificação terminar, siga as etapas do Assistente de Remoção e, ao final, clique em Concluir.


5. Removendo as alterações feitas no registro
AVISO: É altamente recomendável que você faça backup do Registro do sistema antes de efetuar quaisquer alterações. Alterações incorretas no Registro podem resultar na perda permanente de dados ou na corrupção de arquivos. Altere somente as chaves que são especificadas. Consulte o documento Fazendo backup do Registro do Windows para obter instruções.

  1. Clique em Iniciar > Executar.
  2. Na caixa de diálogo Executar, digite regedit
  3. Clique em OK.
  4. No painel esquerdo da janela do Editor do Registro, navegue até:

    HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run

  5. No painel direito, exclua o valor:

    " WinStart" = "%Windir%\Connection Wizard\Status\services.exe"
  6. Navegue até:

    HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run

  7. No painel direito, exclua o valor:

    "_WinStart" = "%Windir%\Connection Wizard\Status\services.exe"

  8. Saia do Editor do Registro.
  9. Reinicie o computador.


Escrito por: Rodney Andres